Toda sexta uma nova artista > Mayra Andrade

Tan Kalakatan Kalakatan Kalakatan

O nome pode até enganar, Mayra Andrade não é uma cantora brasileira, ela é de Cabo Verde, arquipélago na África que também teve colonização portuguesa.

Embora o português seja a língua oficial, a maioria da população se comunica em crioulo cabo-verdiano (eu nunca tinha ouvido e fiquei encantada!), que são as duas línguas presentes no novo trabalho de Mayra Andrade.

Em 2019, a cantora lançou o seu quinto álbum chamado “Manga”. Segundo ela o nome seria uma metáfora para o feminino, que se transforma, mudando de cor, textura e perfume, como explica em entrevista para a Revista Trip.

O álbum explora a diversidade cultural na qual está inserida e traz um pouco de vários cantos por onde andou.

A faixa de mesmo nome do disco é cantada toda em cabo-verdiano e mesmo que a gente não entenda, tem uma sonoridade tão marcante que não tem como não se envolver.

Aproveita pra acompanhar a letra na descrição do vídeo >

Mayra teve bastante influência da música brasileira, sua infância foi embalada por músicas do Caetano Veloso.

E sua relação com o Brasil não para por aí, ela já se apresentou com Chico Buarque, Gilberto Gil, Lenine, Emicida entre outros nomes da MPB.

Vale a pena conferir a faixa “Afeto”, cantada em português, que traz a união perfeita de sua voz com o eletrônico e guitarras africanas.

Pra matar a saudade do mar acompanhe esse clipe belíssimo >

Em 2016, Mayra se mudou para Lisboa, momento em que cita como um marco em sua vida pessoal e carreira musical.

Comenta, na mesma entrevista citada anteriormente, que aos 30 anos as mulheres ganham consciência da sua força (eu tenho sentido isso agora que chegou o meu ano!), diz que nunca se sentiu tão bonita, poderosa e livre e valoriza muito essa conquista (e não tem como não transparecer nesse seu novo trabalho, não dá vontade de parar de olhar pra ela)

E agora vem a melhor parte (eu diria que é a cereja do bolo se não tivesse uma infinidade de outras frutas tropicais que são tão mais saborosas.)

A faixa “Tan Kalakatan” encanta e faz todo mundo ter vontade de aprender a falar crioulo cabo-verdiano (pelo menos essas duas palavras a gente já aprendeu que é panela vazia). Além da música ser cativante, o formato dessa performance no canal COLORS (que tem uma estética diferentona) também é muito interessante de assistir.

Eu aposto que depois desse vídeo você também vai estar cantando >

Foto da capa: Reprodução/Youtube

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s