Morcheeba a Bethânia > 5 discos pra ter uns minutos de paz

Se você é brasileira sabe do que eu estou falando, mas se você é de um outro país de língua portuguesa saiba que a situação por aqui não está nada fácil: coronavírus circulando + governo negligente = atraso na vacinação, agravamento da pandemia e governo mais negligente ainda.

Mas, em meio ao caos, precisamos de pelo menos uns minutinhos de paz pra sobrevivermos a tudo isso e com esse objetivo fiz essa seleção aqui pra mim e pra vocês >>>

BIG CALM

> Morcheeba

A calmaria tá no nome, mas também tá no dub, na voz doce da Skye Edwards e nas texturas eletrônicas. Esse segundo álbum da banda britânica Morcheeba é antiguinho, lançado em 1998, mas até hoje é um catalisador de coisas boas. O álbum é tão bom que é difícil listar as preferidas, mas “Part Of The Process” e “Blindfold” talvez seja uma escolha justa.

Ganhei ele de aniversário há uns anos, e quando digo que ganhei, quer dizer que recebi um e-mail com uma mensagem linda e esse link do youtube (fofo de todo jeito, né?) >>>

O MAR DE SOPHIA

> Maria Bethânia

Fazendo essa lista me dei conta de que várias músicas dos álbuns fazem referência às águas. O efeito calmante é garantido. Nesse mergulho profundo que é “O Mar de Sophia”, Bethânia imerge nos versos da poeta portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen (1919 – 2004), misturando música e poesia do jeito que só ela sabe.

A sensação é a de não haver um porto pra atracar, e não importar, porque no meio do caminho tem outros navios navegando na mesma direção >>>

BOM MESMO É ESTAR DEBAIXO DA ÁGUA

> Luedji Luna

Apreciar o mar de onde via Sophia foi gostoso, mas segundo Luedji Luna “Bom Mesmo É Estar Debaixo D’água”. Esse segundo álbum da cantora baiana, de 2020, é detalhista e sensível, um mergulho em suas experiências que muitas vezes se entrelaçam com as da gente mesmo. Em uma de suas músicas traz o poema “A Noite Não Adormece nos Olhos das Mulheres”, da renomeada escritora brasileira Conceição Evaristo.

O melhor de tudo é que é um álbum visual e você pode assistir e ouvir todas as músicas aqui >>>

R I S E

> WILLOW & Jahnavi Harrison

Talvez os outros álbuns da lista não tivessem a pretensão de ser acalanto, mas esse EP de Willow Smith e Jahnavi Harrison tinha a intenção de evocar o espírito da música em comunidade. “R I S E” de apenas seis faixas é pra gente lembrar que não está só nesses tempos de incerteza e se sentir em um jardim rodeada de boas companhias, absorvendo os ensinamentos do Bhakti-yoga e dos textos sagrados.

Uma dose de otimismo sempre vai bem >>>

APKÁ

> Céu

Ouvir a Céu é ir pro céu, e talvez só isso já bastasse pra essa descrição. “APKÁ” é o seu quinto álbum e foi lançado no final de 2019. Eu tenho esse disco e nem sei dizer quantas vezes eu já ouvi. Sei todas de cor.

“Make Sure Your Head Is Above”  é a minha preferida, mesmo não sendo uma composição dela, mas todo o álbum vale muito a pena e isso não sou eu que tô dizendo, quem disse foi o Grammy Latino de Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa >>>

BÔNUS

O álbum novo de Tash Sultana também é um afaguinho na alma, pode acessar ele nesse link 🙂

Foto da capa: Reprodução/Youtube

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s